domingo, novembro 01, 2009

HORAS CONTADAS

















HORAS CONTADAS


II





Amanhã… Com que amarga ansiedade,
O esperamos, tão cheios de incerteza…
Virá emoldurado de tristeza,
De alegria, de encantos, de saudade?




Que mistério o envolve, na verdade!
Virá aureolado de beleza?
Ou traz consigo aquela chama acesa
Que não aquece uma avançada idade?


Amanhã … Mas que quer isto dizer,
Se a noite ainda longe vai descer …
Quem sabe, quem, se lá irá chegar?




Amanhã … Sempre um amanhã incerto ;
Por isso mesmo, logo que desperto,
Noutro amanhã me ponho a meditar!


JOSÉ MARIA LOPES DE ARAÚJO
do livro " Horas Contadas "

1 comentário:

Sonhadora disse...

Lindo Poema
Sempre o incerto amanhã
Um abraço
Sonhadora